terça-feira, 4 de agosto de 2015

Aquela garota não era pra você


Talvez aquela garota não era mesmo  pra você.




Ela é diferente, não se encaixa nos seus padrões,  não vive a hipocrisia de ser como os outros querem que ela seja, ela é livre é dona de si. Tem um coração enorme cheio de cicatrizes, por causa dos buracos em que se enfiou na vida.

Mas ai você, chegou, ah você tinha que chegar né !? Cheio de graça sem nem pedir licença. E ela se entregou, se entregou mesmo, foi de cabeça sem nem usar de juízo. CARAMBA, ela nem te conhecia, isso foi golpe baixo cara, como assim ? pedir a garota em namoro no dia seguinte? Sem ao menos saber o que ela quer ser na vida, qual faculdade quer cursar, nem saber o nome do cachorro dela.

Mas você fez! Pediu ela em namoro no dia seguinte, e ela aceitou. Cá pra nós, ninguém que usa de inteligência, o mínimo de inteligência que seja faz uma coisa dessas. Tão pré-adolescente, tão imaturo pra dois adultos. Como puderam ser tão burros ? Nessa altura da vida não sabem ainda que um namoro não depende só de sexo? Que um namoro é construído aos poucos, no dia a dia. Pra namorar alguém você tem que conhecer essa pessoa, namorar não é assim da noite pro dia.
Ah, mas agora, mais de um ano depois eu tenho certeza que os dois aprenderam a lição, aprenderam que namorar não é brincadeira, envolve toda uma mudança, envolve família, dia a dia, cotidiano, rotina...

Até que por um tempo deu certo né, por um tempo.
Foi o que ? uns 4 meses ? Até que começaram as brigas. Brigas totalmente infundadas, sem nenhum motivo lógico, não pera, tinha motivo sim. Quando você namora um desconhecido cada dia é uma surpresa diferente, seu egoísmo e arrogância é uma delas. Quando a pessoa se acha dona do mundo, e impõe que seu mundo gire ao redor dela, ah ai que o bicho pega de vez. Fútil, exatamente essa palavra descreve o que você era pra ela. FÚTIL  !

Aquela garota não era mesmo pra você. Ou talvez era mesmo pra você, ou você tinha que ser pra ela, e foi. Foi um aprendizado necessário, para que hoje ela possa olhar pra trás e dar risada de tudo isso, mais madura e mais ‘’blindada’’ para lábia de pilantras como você.




Aline Santos


Mineira 20 anos, estudante de segurança do trabalho, auxiliar financeiro, capricorniana, blogueira iniciante, cantora de chuveiro , cruzeirense apaixonada, e o bom humor em pessoa. Ama a música em todas as formas, seja em Rap até o Rock. TENTA sempre estar na moda, e busca absorver o melhor de tudo que vive. Desde pequena acostumada a reutilizar, reaproveitar e assim criar algo novo. E criou! Paixões? tem muitas, moda, maquiagem, futebol, filmes e música, ah a música <3 Lembrem-se ‘’não adianta ter vontade sem ter coragem’’ ! 

E como já disse Filipe Ret : ''Sonhar vicia, parar de sonhar e agir É a onde tá sabedoria''

Vem comigo ?!